23 FEVEREIRO 2011
#4YearsOfMyAnimesDiary

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Capítulo 3-Desculpa Benji,mas eu não posso.....-Fanfiction "Uma vida de sonhos"

Desculpem lá não ter postado mais cedo,mas é que houve aqui uns problemas em casa^.^''
Bom,mas aqui está o capítulo espero que gostem^.^


A aula de Matemática estava prestes a começar,e eu ainda naquele estado.
-B..Benji..o..olha,temos de nos separar.-disse eu ainda por entre as lágrimas.Eu não podia continuar a usá-lo como se fosse a minha parede onde me segurava.
-Desculpa por teres de passar por isto.-disse eu baixando o meu olhar.As lágrimas já me tinham parado de correr,apenas uns pequenos rios passavam pelo meu rosto.
-Não tens de me pedir desculpa,afinal eu...
-Tuuuu?Tu o que?-ele começou lentamente a tirar os seus braços das minhas costas e fez com que ficasse a olhar para ele.
-Eu...eu amo-te!-o que?Ele só podias estar a brincar!
-Benji,tu estás a brincar,certo?
-Não eu não estou a brincar!Isto é sério!Eu amo-te,amo-te de verdade!Acredita!-isso não me podia estar a acontecer!É verdade que eu sentia algo por ele,mas não sei se chega a ser tão forte quanto o amor!Eu não podia gostar dele,não neste momento!
-Desculpa Benji,mas eu não posso fazer isso.Aliás tu nem se quere me conheces de lado nenhum,como podes gostar de mim dessa maneira?
-Não acreditas no amor a primeira vista?-no amor a primeira vista?Já há muito tempo que não acredito nisso.
-Não,não acredito.Para mim isso é incapaz de se fazer,eu antes apaixonei-me por uma pessoa,e foi a primeira vista,e mesmo nessa vista eu vi-o a beijar-se com uma rapariga,mesmo em frente da minha cara.Por isso a partir desse momento eu não acredito mais nisso.E mais,eu não te posso usar assim desta maneira,seria demasiado cruel para ti e para mim!
-Não,isso não é verdade.Eu,eu quero que tu me uses,uses-me para esquecer aquele rapaz!
-Isso é impossível,eu não posso brincar com os teus sentimentos,aliás eu ainda continuo a gostar dele,ele continua a ser a minha paixão,eu não o consigo esquecer assim dum momento para o outro.Desculpa Benji,mas eu não posso fazer isso.
-Não faz mal,eu entendo....-ao acabar de dizer isto,ele lentamente começou a baixar a cabeça e a ir-se embora.Mesmo no momento em que ele começou a andar o toque da campainha tocou.
Eu nunca quis magoá-lo,eu não quero machucar ninguém com os meus problemas.
O melhor que eu tenho a fazer agora é ir para a aula,embora ainda me custe olhar para a cara daquelas pessoas,eu tinha de o fazer.
Eu nunca fui rapariga de choraminguice nem de desistir e não é agora que vou ser essa pessoa.
Eu vou lutar com todas as minhas forças até ao fim!Eu héi de conseguir realizar todos os meus sonhos!

Resultado da sondagem

Oi Ninna!
Este resultado já devia ter sido publicado há muito, mas nem me lembrava da sondagem...bem, mas aqui vão os resultados à pergunta "gostam do blogue?":
- Sim, adoro - 10 (76%)
- Está fixe - 7 (53%)
- Ainda tem muito pela frente - 2 (15%)
- Poderia estar melhor - 0 (0%)
- Não gosto - 0 (0%)
- Odeio - 1 (7%)

Fico triste por haver uma pessoa que odeia o meu blogue...mas enfim. Que posso eu fazer? Ao menos se essa pessoa me desse a resposta...mas mesmo assim fico feliz por haver pessoa sque gostam do meu blogue

Beijos para todos

Desenho especial

Oi Ninna!
Regressei! As férias foram muito boas. Portimão é um lugar super lindo e o mar...é fantástico!
Bem, mas não estou aqui para vos falar de mim, mas sim do blogue. Devem ter reparado que eu não tenho postado nada, mas não tenho conseguido escrever nada de jeito para um capítulo, e houve um tempo que tive sem pc (por motivos indesejados), por isso...mas estou aqui para vos compensar. Aqui vai um desenho que eu fiz sobre o Oliver (P.S.: como o desenho teve de ser digitalizado, as linhas não estão com uma cor forte para se notar bem, mas acho que dá para perceber). É o primeiro desenho que faço sobre a nossa adorada série. O que acham?

Kisses e até à próxima.                                                                                 

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Capítulo 2-Uma mentira-Fanfiction "Uma vida de sonhos"

A aula tinha acabado após o toque agudo da campainha.As raparigas olhavam todas para mim num misto de raiva quando os rapazes começaram a sair dos seus lugares e ir para ao pé de mim.Eu odia aqules olhares,não percebia qual era o mal?!
-Não te preocupes,deixa-nas estar.-disse-me a Rita a tentar acalmar-me.
-Ya,elas não marecem.-continuou a Sandra.
-Obrigada,vocês as duas são as minhas únicas e inesquecíveis melhores amigas!-Respondi-lhes eu dando um dos meus melhores sorrisos e a abraça-las.
Eu olhava para um rapaz que se encontava ao meu lado sem ele dar por isso.Era o rapaz que eu amava desde do momento em que o vi.
Passa-se alguma coisa?-perguntou-me ele.Eu não acredito que ele me viu,não era suposto isto ter acontecido.
-N..não...nada-respondi-lhe eu envergonhada e com o meu rosto a ficar cada vez mais rosado.
Eu tinha de lhe confessar o que sentia por ele,mas eu não tinha coragem o suficiente.O que eu percisava  nente momento era de estar um pouco sozinha,quere dizer um pouco não,o intervalo quase todo.O recreio era de 20 minutos por isso era melhor pensar no assunto metade do intervalo e na outra metade dizer-lhe tudo.
-Olhem eu tenho de ficar um pouco sozinha se não se importarem,com licença.-eu fintei todos os que me rodiavam e diriji-me até a saída.A cada passo que dava sentia uns olhos quentes a olhar para mim.Era aquele miúdo do boné que não parava de me observar,passou a aula toda assim.
Ah..mas que sensação é esta... Porque é que eu não parava de pensar nele?É o primeiro dia que o encontro e não me sai da cabeça,porque??
Já tinha chegado a parte de fora da escola,encontrava-me neste presiso momento no pátio.Dirigi-me até ao banco onde pousei a minha a minha pasta e me sentei.
Não conseguia parar de pensar nele,na maneira em que lhe ia confessar aquilo tudo,e se ele me disse-se que não?O que seria de mim?
De repente senti alguém a resperirar para cima de mim.Era aquela sensação inesplicável novamente.
-Sentes-te bem?-perguntou-me uma voz calma e serena.Ele parecia bastante preocupado comigo,mas como podia ser?Porque comigo que nunca me conheceu?Ainda por cima na minha turma há tanta rapariga bonita e ele não liga,como podia ser tal coisa?-Ei,estás aí??-Ai!Fogo que susto!Ele estalou com os seus dedos mesmo a minha frente!Apanhei cá um susto que parecia que o meu coração ia explodir.
-Desculpa.Mas é que eu estou muito nervosa,vou-me declarar ao David e estou uma pilha de nervos.-virei a minha cara ao dizer estas palavras e ele pareceu-me bastante abalado,será que disse alguma coisa de errado?-Desculpa,mas eu disse algo que não devia ter dito?Oh,claro,desculpa sou mesmo estúpida em te contar estas coisas.Mas obrigada pela tua preocupação-eu peguei na minha mala e lancei-lhe um sorriso.Ele estava com o boné a cobrir-lhe os olhos e com uma expressão triste.Eu começei lentamente a andar até que me apareceu o David mesmo a minha frente.Ele estava com uma cara muito séria e dirigiu-se até a mim.Queriria ele dizer-me alguma coisa,será que sentia o mesmo que eu?
-Olá!-disse-lhe eu toda sorridente-Tudo be...
-Cála-te!-gritou ele interrompendo a minha fala.-Tu não tens o direito nenhum de falar depois daquilo que fizeste!
-Mas o que é que eu fiz?
-Não te fassas de sonsa!Sabes muito bem do que estou a falar!
-Ei calma lá!O que é que se passa aqui?-o Benji tinha se posto a minha frente introferindo na conversa.
-Pergunta isso a tua amiguinha!-o que de ao David?Ele não costumava ser assim?!-Sabes o que ela fez a Matilde sabes?Deu-lhe uma estalada que ela ficou toda vermelha na bochecha e a chorar!!-o que?Mas o que se passa aqui?
-É verdade?-perguntou o Benji a virar-se para mim.
-Não!Eu nunca fiz tal coisa-eu começava agora a baixar o volume da minha voz e a começar a derramar lágrimas.-Eu nunca fiz isso!
-Ai não?Até a Daniela,a Beatriz,a Tamára e outras disseram que tinham assistido a tudo!Ainda negas?És capaz?
-Mas eu nunca fiz tal coisa!Juro!
-As tuas juras não valem o pão que comes!Tu és um demonio sem coração!Afinal tudo o que a matilde me contava era verdade, e eu a acreditar em ti,como podia estar tão sego?
-Mas....
-Não há mas nem meio mas!Nunca mais te voltes a aproximar de mim nem das minhas amigas!Ouviste!Nunca!
Como é que aquilo me poderia estar a acontecer?Como?Aquela Matilde é capaz de tudo,é que de mesmo tudo para me ver enterrada.
Eu começei a fugir para a parte inferior da escola.
-Espera!-o Benji gritava por mim,mas a única coisa em que eu estava a pensar naquele momento era enfiar-me num buraco e morrer dentro dele!As lágrimas não me paravam de correr e eu sentia-me cada vez fraca.
Quando por fim umas mãos macias seguraram pelo meu pulso fazendo com que eu encosta-se a minha cabeça a um peito forte,musculado e sobretudo quente.Aqueles batimentos cardíacos faziam com que o meu coração batesse mais devagar.Eu não percebia porque é que ele me continuava a ajudar depois de ter ouvido aquilo que ouviu.
-Não te preocupes eu estou aqui.-disse ele sussurrando ao meu ouvido.Aquela voz acalmava-me.Eu começei a derramar lágrimas sem parar,que mal é que eu fiz ao Deus para marecer isto?O que??
Não importava,o importante agora era recompor-me para a próxima aula,mas era totalmente impossível!Como é que eu héi de conseguir suportar isto?

sábado, 20 de agosto de 2011

Novo visual/ informação

Oi Ninna!!!
Como já devem ter reparado, eu mudei o visual do blogue. Achei que estava na altura de uma mudança.
O que acharam?
Bem, mais uma coisa: eu vou de férias (maravilha) e não vou poder ir ao computador (para onde vou não há pc), logo, não posso vir ao blogue. Eu sei que não tenho andado a postar nada, apenas imagens, mas não tenho conseguido escrever nada. Não me vem absolutamente NADA à cabeça que dê um bom capítulo.
Ninna, para já é tudo.
Bjkas pa todos

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Capítulo 1-Regresso as aulas-Fanfiction "Uma vida de sonhos"

Estavamos de regresso as aulas.Outra vez,o meu sofrimento ia recomeçar.As férias não foram muito boas,mas também não foram más.Ajudaram a esqueçer umas certas pessoas,que é bom.Mas também não tinha nada para fazer,não ia a casa de ninguém,ficava sempre trancada em casa.
Bom,mas agora eu estava novamente na escola.Chamo-me Snizhana e tenho 12 anos.Ando no 7º ano.
Tenho cabelos longos e brancos.Uso dois totós para que os meus cabelos não toquem ao chão.
Estava já em frente do portão da escola.Tirei da mochila o meu cartão de aluno para entrar na escola.Qundo por fim o tirei.....
Ah!Estás aqui!-disse eu tirando o cartão e a sorrir.
Quando de repente eu o tirei,veio uma pessoa contra mim e fez com que o cartão caísse ao chão.
-Olha lá tem cuidado!-gritei eu para a pessoa que o fez.
-Ups!Desculpa!-respondeu ela a sorrir.
Era a Matilde,uma colega da turma.Ela odiava-me,porque todos os rapazes da turma gostavam de mim.
-As aulas não podiam ter começado da melhor maneira!-pensei eu para mim mesma toda irritada com o que acabara de acontecer.
Bom,não ligando a isso baixei-me para tirar o cartão,mas ele já lá não estava.
-Mas...onde é que ele se meteu agora!!
-Miúda andas a procura disto?-disse uma voz grave e suave.
-Sim!Muito obrigada!
-De nada!Até mais!-"Bom,mas que rapaz estaranho.Ainda por cima usa um boné,nem se quer consegui ver bem a cara."
Tinha dado o toque para entarmos.Pegui no cartão e entrei para a escola.Dirigi-me até a sala e sentei-me num lugar ao fundo,eram os meus favoritos.
Já estavamos todos dentro da sala.A professoa tinha entrado e todos nos calamos.
-Meninos,a partir de hoje têm colegas novos.-informou a stora.
-O quê!!!!!-gritamos todos juntos.
-O stora,já não basta sermos 25?
-Sim,mas não havia outas turmas disponíveis e eles tiveram que vir para a nossa.Bom mas vamos as apresentações.Meninos podem entar!
Os novos alunos entaram e pelos meus cálculos eram 5.
-Apresentem-se meninos!-mandou a professora aos novos alunos.
-Olá eu sou o Oliver.
-Eu sou o Toby!
-Eu sou o Mark!
-Eu o Benji.-o quê?Mas esse miúdo era aquele que me apanhou o cartão lá fora!?Como podia ser.Repentinamente senti os seus olhos postos em mim,o que queria ele?Devia estar surpreendido,acho eu.
-E eu sou o mais bonito deles todos!O Bruce Ishizaki!
Ao ouvirmos aquele rapaz,em momentos toda a turma se estava a rir as gargalhadas.
-Fixe!Eu acho que este ano vai ser completamente diferente de todos os outos!Estes rapazes até me dão algum interesse,principalmente o de boné!-pensei eu para mim mesma.
A aula estava a prosseguir.Era de apresentação e de jogos,mas mesmo assim as aulas para mim continuavam a ser uma grande seca!

Bom espero que tenham gostado^.^

Nova fic

A partir de hoje (atenção, é mesmo a partir de hoje) vai ser publicada uma fic escrita pela minha nova colaboradora, a Snizhana. A fic é intitulada de "uma vida de sonhos", e vai ser publicada às quartas-feiras (começa já hoje).
Bem, e por agora é tudo. Espero que recebam com bom agrado esta nova fic.
Kisses

P.S.: Gostava que comentassem mais aqui no blogue. Se lêem os capítulos das fics, comentem. Se vêm as imagens, comentem. Ok? Só vos peço isto.
Espero que me compreendam.

Nova colaboradora

Olá a todos!
Parece que alguém se "inscreveu" para ser minha colaboradora, e esse alguém foi, nada mais, nada menos, do que...a Snizhana! Ela agora vai poder publicar a fic dela aqui no blogue.
Espero que gostem da fic dela e que comentem. Ainda não está prevista a data de início da publicação da fic.
Kisses

P.S.: Se quiserem ainda podem colaborar

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Parceria

Oi a todos!
Pelo título, já devem ter percebido do que se trata.
Eu ando à procura de alguém que gostaria de escrever uma fic para o meu blogue.
Quem quiser mande um e-mail para o mail do blogue (volto a lembrar: oliver-and-benji.blogspot@hotmail.com).
Terei muito gosto em colaborar.
Kisses
A administradora: Adriana Santos

Desafio: 1ª proposta

Bem, aqui vai o 1º texto sobre uma das nossas personagens. Foi escrito pela Snizhana:

Chama-se Benji.Usa sempre o boné,e raramente o tira.Tem uns olhos cinzentos meio pretos,muito belos e uns cabelos pretos.
A sua vida de sonho é ser o melhor guarda-redes do Mundo!
Na minha opinião,a sua namorada perfeita seria uma que lhe desse apoio,carinho e amor.Como ele é um pouco preocupado,ela talvez devesse fazer com que ele descontraísse.A sua descrição fisíca na minha opinião devesse ser,ter uns cabelos brancos e longos,e que por isso ussar dois totós.Que gostasse de fazer ginástica e das cores brancas,pretas,azuis,laranjas e vermelhas.Tivesse uma pele macia e um pouco branca para condizer com os cabelos.

Desafio

Este desafio consiste em escrever um texto:
- escolher uma personagem e caracterizá-la;
- dizer como seria a sua vida de sonho;
- dizer como seria a/o sua/seu namorada/o.

Quando acabarem, enviem para o mail do blogue: oliver-and-benji.blogspot@hotmail.com

Os textos recebidos serão publicados no blogue.
Kisses

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Novas imagens de Oliver tsubasa

Aqui ficam umas imagens para vos alegrar a manhã:







OBS: Gosto especialmente das duas últimas.

sábado, 6 de agosto de 2011

"todos juntos" - capítulo 12

Capítulo 12 – “Beijo intenso”

Livro 3 – Adriana
Só cheguei a alguns dias e já fiz montes de amigos. É incrível como as pessoas se dão bem cá em Nankatsu! Todos se conhecem, todos são amigos e, como costumam dizer “é tudo da família”.
Estava na escola quando a Bia veio falar comigo.
Bia: Posso falar contigo? É rápido.
- Ok, pode ser. Que se passa?
Bia: Nada, eu só queria agradecer-te pelo conselho que me deste. Falei com ele e disse-lhe o que pensava.
- E? Então, que disse ele?
Bia: Ele disse que ainda sentia algo por ela, mas muito fraco. Mas prometeu-me que ia fazer de tudo para a esquecer.
- Ainda bem.
Bia: Vem comigo. Quero apresentar-te uma pessoa. Tenho a certeza que vais gostar dela.
- Quem é?
Bia: Já vais ver.
Na sala de convívio:
Bia: Ei, tu, anda cá.
Tobi: Que foi?
Bia: Tobi, esta é a Adriana.
Tobi: Prazer.
Bia: Adriana, este é o Tobi.
- O-l-l-a-a-aaaaa…
Tobi: Estás bem?
- Sim, só estou um pouco tonta.
Bia: Adriana, estás um pouco pálida.
- Não, eu estou bem. Só estou um pouco mal-dispos… - de repente desmaiei.
Bia: Adriana!
Como num impulso, o Tobi agarrou-me, evitando que eu me estatelasse no meio do chão.
Tobi: Adriana, Adriana, acorda!
- Calma, calma, eu estou bem. Mais ou menos…
Bia: É melhor ir à enfermaria.
- Eu acho que não consigo andar…
Tobi: Não faz mal, eu levo-te – e pegou-me ao colo.
Na enfermaria deram-me um calmante.
Bia: Senhora enfermeira, o que é que ela tem?
Enfermeira: Só teve uma pequena quebra de tensão.
Bia: Nada de grave, certo?
Enfermeira: Não, não foi nada de grave.
De repente, aparece o Benji.
Benji: Vim o mais depressa que pude. Como está ela? Deixe-ma vê-la!
Enfermeira: Calma, calma, não é qualquer um que pode vê-la. Você é…?
Benji: Benjamin Price, o irmão dela.
Enfermeira: Ok, então pode vê-la. Mas acalme-se.
 Umas horas depois, estava sentada no cadeirão da sala de convívio. Estava mais ou menos recuperada. Estava com o Benji e com o Tobi.
- Benji, podes ir-me buscar um copo de água?
Benji: Sim, é claro.
- Com açúcar, por favor.
Benji: Ok – e saiu.
Tobi: Então…como estás?
- Melhor, obrigada.
Tobi: Deve ser óptimo ter um irmão como o Benji…
- Sim, ele é fantástico! Faz-me as vontadinhas todas. É um querido…e tu? Tens irmãos? – quando proferi estas palavras, notei na cara dele uma expressão diferente. Ele estava triste.
- Tobi, que se passa? Disse algo de mal?
Tobi: Não, mas tocas-te num assunto muito sensível – uma lágrima escorreu-lhe do olho.
- Desculpa, Tobi. Se quiseres…podes, sei lá…desabafar?
Tobi: Sim, isso era bom.
- Diz lá.
Tobi: Eu tinha uma irmã, mais velha do que eu.
- Sim, e o que tem a tua irmã? Aconteceu-lhe alguma coisa?
Tobi: Ela morreu num acidente de automóvel.
- Oh, Tobi, peço imensa desculpa, eu não sabia que… - ele pôs-me a mão à frente.
Tobi: Tu não sabes o que é passar por uma dor destas. É horrível! Num dia, estás a divertir-te numa festa de anos de um amigo teu. No outro, telefonam-te do hospital a dizer que a tua irmã está morta! E ainda por cima estava grávida. Foi horrível! A minha mãe ficou chocada e esteve doente vários dias. Nem foi capaz de ir ao funeral. Depois disso os meus pais discutiram e separaram-se.
Levantei-me para lhe dar um abraço, ele fez o mesmo. Chega-mos tão perto um do outro que o inevitável aconteceu: ele agarrou-me no braço e beijou-me. Aquele beijo era de desabafo, de desenterro do passado e do começo de uma nova etapa de duas vidas. Era uma coisa muito simples: amor.
- Tobi, eu acho que isto não devia ter aconteci… - ele colocou-me o dedo na boca.
Tobi: Shhhh… não digas nada. Vamos aproveitar o momento – e beijámo-nos outra vez.
- Tobi, eu acho que não estou pronta para um novo relacionamento.
Tobi: Eu espero o tempo necessário.
- Não, isso não – num impulso cheguei-me bem perto dele e beijei-o novamente – eu adoro-te, e não posso negar isso. Está bem?
Tobi: Claro – e voltou a beijar-me.
Vi o Benji quase a entrar na sala. Quando viu que eu estava a beijar o Tobi, recuou uns passos. Deve ter percebido que eu tinha encontrado alguém que me amasse e que me ajudasse. Pois é: todos temos direito a ter alguém só para nós. Acho eu…

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A verdadeira amizade está nos pequenos gestos...

Aqui vai uma imagem que realmente consegue "ilustrar" o ditado: a verdadeira amizade está nos pequenos gestos - tais como um abraço entre grandes amigos!

Novas imagens de Tobi Misaki

Aqui vão algumas imagens do Tobi para vos alegrar o dia: